Nuno Teixeira

Designer

Nuno Teixeira - Designer

“O Lisboa Design Show é uma montra para o Mundo; designers e empresas relacionadas têm aqui a possibilidade de promover o seu trabalho no mercado internacional.”

LISBOA DESIGN SHOW (LXD) – Como vê uma iniciativa como o Lisboa Design Show, este ano na sua segunda edição?
NUNO TEIXEIRA (NT) – Vejo a Lisboa Design Show como um evento que dá a conhecer ao mundo o valor do design nacional.

LXD – Qual a importância de iniciativas como estas para a promoção do design nacional e sectores económicos em que este é um elemento central no marketing?
NT – O Lisboa Design Show é uma montra para o Mundo; designers e empresas relacionadas têm aqui a possibilidade de promover o seu trabalho no mercado internacional.

LXD – Em traços largos, qual é a história do Nuno Teixeira?
NT – Sou um designer que não se acomoda. Procuro sempre a novidade e exploro novas ideias para os meus clientes. Como Designer Industrial sempre soube que o nosso país não poderia oferecer o mesmo volume de trabalho que países como a Alemanha, Inglaterra ou os EUA. Resolvi então criar a minha própria campanha de marketing internacional, conseguindo realizar trabalhos para empresas como a TURK TELEKOM, AMINO COMUNICATIONS (empresa líder de mercado de IPTV), TELEKOM ITÀLIA, MAINGEAR, NOCS, entre outras. Neste momento estou a lançar a minha própria marca, a FRESCKO. Trata-se de uma marca que comercializa periféricos de design próprios para notebooks e PADs.

LXD – O que espera do Lisboa Design Show 2011?
NT – Uma nova oportunidade de dar a conhecer ao mercado internacional e nacional os meus serviços de design e produtos.

LXD – Considera que o design já faz parte das prioridades do consumidor português? Porquê?/ Porque Não?
NT – O design é cada vez mais um factor de decisão para o consumidor português. Actualmente, estar na moda implica adquirir produtos em que o valor acrescido do design seja óbvio. Veja-se o IPAD; nem todos os consumidores têm necessidade de ter uma ferramenta como o IPAD, mas o factor ICÓNICO do design é de tal forma irresistível que se vendem milhares todos os dias.

LXD – E do empresariado nacional? Porquê/Porque não?
NT – Sim e não. Nesta pergunta poderia ser politicamente correcto e dizer “claro que sim, o design é muito importante para o empresário nacional”, mas não o vou ser. Vou antes ser realista; sei que embora o design seja importante para o empresariado nacional, a frase “o que é nacional é bom” não se aplica a este contexto, porque as nossas empresas continuam a presumir que para ter um bom serviço/projecto de design terão forçosamente que contratar os préstimos a um designer/estúdio de design estrangeiros. Porém, o que eu sei é que, internacionalmente os designers portugueses têm cada vez maior procura e isto deveria ser um dado a ter em conta pelos empresários nacionais.

http://www.nunoteixeiraindustrialdesign.com