ÀS DUAS POR TRÊS

ÀS DUAS POR TRÊS

ÀS DUAS POR TRÊS

ÀS DUAS POR TRÊS , dupla composta pela Inês Cesteiro e Sónia Rodrigues, designers de interiores que marcam presença na Casa Ideal desde 2012. Ano após ano surpreendem quem nos visita, desde a primeira participação, em 2012 , com a glamorosa WC social e na edição de 2013 com a área social da casa – sala-de-estar e sala-de-jantar.

Sobre o Lisboa Design Show , consideram que “É uma excelente oportunidade para expor e apresentar ao público as suas criações, com excelentes iniciativas durante o evento e uma troca de experiências entre os participantes. Vale a pena participar, é uma experiência que não se esquece.”

Quem são as “ÀS DUAS POR TRÊS”?  
São duas designers que vivem de corpo e alma a decoração. Tudo nos inspira, reinventamos e arriscamos, para nós não existem limites para a criatividade.

Como começou o vosso projeto?
O nosso projeto surge com uma visão de duas mentes criativas e sonhadoras, com uma forte paixão pelo mundo dos Interiores.

Qual a vossa formação?
A Inês Cesteiro possui um Bacharelato em Design de Mobiliário e uma Licenciatura em Design de Interiores pela Fundação Ricardo Espirito e Santo – E.S.A.D.
A Sónia Rodrigues tem o curso de Técnica de Restauro e Pintura Decorativa, pela Fundação Ricardo Espírito e Santo, I.A.O., e a frequência da Licenciatura em Design de Interiores – E.S.A.D.

Porquê esta marca “ Às duas por três”? Como surge?
A marca Às Duas por Três, surge com um sorriso, pois o nosso nome acaba por ser divertido e sonante, fazendo sorrir quando se fala nele.

Que tipo de trabalhos executam?
Desenvolvemos e executamos trabalhos em três áreas distintas: Remodelação de Interiores, Decoração, Pintura Decorativa Mural e de Mobiliário.

Qual foi o projeto que vos deu mais prazer executar?
O Bar/ Club LUST, no Terreiro do Paço, Lisboa, um projeto que acompanhámos desde o seu início, pela carga histórica e emblemática do espaço. São características que tentamos manter, inclusive a pista de dança está repleta de estantes em madeira com cerca de 200 anos, sendo o antigo arquivo das finanças. Ficou um espaço bastante carismático, para se ir dançar.

Podemos considerar que a ÀS DUAS POR TRÊS são umas das equipas residentes da CASA IDEAL. Como surgiu?
O convite foi lançado na Casa Ideal de 2012, o qual aceitamos com muito agrado e onde depositamos toda a nossa criatividade, no desafio lançado para executarmos a Instalação Social da Casa. Foi um prazer participar nesta iniciativa, sendo uma experiência bastante positiva.

Qual a importância da Casa Ideal para a ÀS DUAS POR TRÊS?
A Casa Ideal é uma montra e um espelho do nosso trabalho ao público em geral, e ainda uma troca de conhecimento entre profissionais da área.

Qual é o vosso objetivo, sempre que a organização da CASA IDEAL vos lança o desafio?
O nosso objetivo, quando a Casa Ideal nos lança o desafio, é supera-lo e conseguir conceber um espaço que supere as expectativas da organização e do público em geral de modo a conceber espaços decorativos com elegância, simplicidade e com glamour.

Quais os conceitos e as tendências que procuram mostrar neste projeto que é a CASA IDEAL?
Por norma, a direção lança um tema em comum para a Casa Ideal, tentamos seguir essa linha condutora, concebendo espaços emblemáticos e, acima de tudo, intemporais. O Atelier acompanha as tendências, aplicando alguns apontamentos no conceito desenvolvido, apesar de primarmos por materiais nobres e estilos intemporais, e sempre com um toque de irreverência de forma a marcar a diferença, mantendo sempre um mote muito atual.

Qual tem sido a recetividade do vosso trabalho na Casa Ideal, por parte dos visitantes?
O feedback de quem nos visitou nas últimas duas edições da Casa Ideal tem sido fantástico, os visitantes, de uma forma geral, apreciam o conceito idealizado por nós e é bastante gratificante ouvir os seus comentários positivos; inclusive surgiu uma parceria com o site Idealista.pt, um portal imobiliário, que nos colocou o desafio de escrever-mos um artigo mensal sobre decoração. Aceitamos com um enorme agrado, pondo em prática esta parceria no início do ano.

Consideram que a CASA IDEAL é um espaço Premium da Intercasa e Lisboa Design Show?
Sim, a Casa Ideal é um espaço Premium da Intercasa e Lisboa Design Show, pois é mais um atrativo para os visitantes e um retrato das tendências do mundo dos interiores representado por designers nacionais, levando o público a sonhar com um espaço semelhante na sua casa.

O que procuram os visitantes da CASA IDEAL?
Procuram novidades, tendências da Decoração e, principalmente, encontrar espaços encantadores e surpreendentes que marquem a diferença.

Consideram que existe retorno para as marcas presentes na CASA IDEAL?
Sim, consideramos, pois expomos e concebemos espaços com as peças escolhidas de forma a potenciá-las e enquadrá-las num ambiente com o qual o público se identifique, de modo a que a venha a adquirir nas próprias marcas.

Qual a importância da Intercasa e do Lisboa Design Show para o mercado da decoração de interiores e exteriores?
Ao nível nacional, existem poucas iniciativas que foquem o design, logo a Intercasa e o LXD são um evento único e inovador, sendo já uma referência nacional. Ano após ano, sempre com uma qualidade de excelência e um ótimo potenciador para gerar negócios para os participantes e todos os que estão envolvidos neste evento.

Se tivesse que deixar uma mensagem aos jovens designers de interiores e arquitectos sobre o mercado da decoração, o que lhes diriam?
A Decoração e o mundo dos Interiores é um universo infinito. Nunca desistam de sonhar e de criar, pois não existe limites para ambos. Sempre com muita coragem e determinação.

E sobre as potencialidades do LXD, o que lhe diriam?
É uma excelente oportunidade para expor e apresentar ao público as suas criações, com excelentes iniciativas durante o evento e uma troca de experiências entre os participantes. Vale a pena participar, é uma experiência que não se esquece.

Complete a frase de forma criativa:
A Intercasa é a mostra das últimas tendências ao nível do mobiliário e decoração. O Lisboa Design Show é inovador e reflete o que de melhor existe em Portugal, tanto no Design como no lançamento de novos designers.

Como é o dia-a-dia no vosso atelier?
Todos os dias são únicos. Monotonia á algo que não existe no nosso dia-a-dia. Desde reuniões com clientes, criação de novos conceitos, estamos sempre em modo criativo. Sempre na descoberta de novos produtos, tendências, o nosso dia-a-dia é sempre uma caixinha de surpresas.

Como se actualizam no mundo das tendências da decoração?
Atualizamo-nos através de visitas a feiras, absorvendo revistas, sempre na procura de novos produtos e fornecedores, pois nesta área é fundamental estar ao corrente de todas as novidades, visto surgirem diariamente produtos inovadores.

Qual é o vosso “ídolo” no mundo da decoração de interiores? Nacional e Internacional, porquê?
Internacional: Kelly Wearstler, porque é uma designer que ultrapassa todos os limites da criatividade, abusando e projetando espaços únicos.
Nacional: Gracinha Viterbo, porque é uma referência de elegância intemporal no mundo da Decoração em Portugal

Curiosidades sobre Inês Cesteiro

Género musical: Jazz e Rock
Géneros literários: Romance e policial
Autores preferidos: Milan Kundera, Laura Esquivél, Hermann Hesse
Realizadores preferidos: Woody Allen, Emir Kusturica, Pedro Almodovar
Filme preferido: ‘Gato preto, gato branco’, de Emir Kusturica, e ‘Match Point’, de Woody Allen
Livro de cabeceira: Alice no País das maravilhas, Lewis Carroll
Um álbum que a tenha marcado: Vitalogy, Pearl Jam
Um livro que a tenha marcado: Siddartha, Hermann Hesse
Nas férias: Ambos, não vivo sem praia e campo
Um destino de férias: Nacional: Costa Vicentina / Internacional: Barcelona
Pratica alguma atividade física: Caminhada
Qual o destino nacional que recomendo: Costa Vicentina, enigmática e surpreendente

Curiosidades sobre Sónia Rodrigues

Género musical: Alternativo
Géneros literários: Romance histórico e poesia
Autores preferidos: Pablo Neruda
Realizadores preferidos: Wong Kar Wai
Filme preferido: ‘Disponível para Amar’
Livro de cabeceira: Catarina de Bragança, Isabel Stiwell
Um álbum que a tenha marcado: ” Le fabuleur distin D´Amélie Poulain” de Yann Tiersen
Um livro que a tenha marcado: Desde sempre “The princess and the pea” e “Como água para chocolate”
Nas férias: Na praia com campo
Um destino de férias: Nacional: Tavira / Internacional: Paris
Pratica alguma atividade física: Ando de Bicicleta
Qual o destino nacional que recomendo: Interior Algarvio